Quem somos

Breve Histórico

A iniciativa de dotar a cidade de Curitiba com uma nova instituição de educação superior não surgiu por acaso.  A determinação que levou o Grupo Gestor da mantenedora a idealizar e propor a continuidade de sua ação pedagógica desenvolvida tanto na Educação Superior, na Pós-Graduação Lato Sensu, em cursos de Especialização, como na Educação Básica, na gestão de dois Colégios, originou-se de uma atitude ponderada dos membros de seu Conselho Gestor, amadurecida ao longo de mais de duas décadas de trabalho com a formação de jovens e adultos, na educação infantil, no ensino fundamental, no ensino médio, no ensino profissionalizante e na educação superior.

Desde 2002, quando nasceu a composição do Grupo Gestor/Mantenedor, pela reunião de educadores com relevante experiência educacional, iniciaram-se as atividades acadêmicas desse grupo, com a implantação do setor de Pós-Graduação Lato Sensu, com cursos de Especialização, em uma IES de Curitiba, por meio da gestação de uma forma diferenciada de trabalho acadêmico. Este trabalho caracterizou-se pelo que se convencionou chamar de “construção compartilhada”, ou seja, sem uma direção centralizada e centralizadora.

Cada curso, desde o início de seu projeto até a consolidação de uma turma, é resultado de uma rede de colaboradores, na qual todos compartilham responsabilidades, tarefas e resultados, enfim, participam do processo de formação, pois é uma das faces do mesmo processo de construção da proposta pedagógica e da qualidade pretendida, que requer ação-reflexão-ação.

A ação pedagógica do Grupo Gestor por meio dos cursos de Pós-Graduação, nível de Especialização, alcançou os Estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Mato Grosso do Sul, numa perspectiva freireana:

viagra sin receta visit, levitra generico precio euro2000
  1. a) partir da prática concreta, problematizando-a;
  2. b) teorizar sobre a prática, indo além das aparências imediatas;
  3. c) retornar à prática para transformá-la.

 

Em 2007, foi criado o Instituto Tecnológico e Educacional de Curitiba – ITECNE, com a finalidade de trabalhar com autonomia na Educação Básica e na Educação Superior. Neste mesmo ano, o ITECNE adquire o Colégio e a Faculdade Harpa de Cascavel que em 2008 passou a se denominar Faculdades ITECNE de Cascavel, com limite territorial de atuação circunscrito ao município de Cascavel, Estado do Paraná.

No início de 2012, começou o planejamento para a criação e implantação da Faculdade Madalena Sofia, cujo nascimento aconteceu com a junção de duas histórias de trabalho dedicado à educação. Esta junção aconteceu em 2010, após a constatação do encontro de ideais: o Colégio Madalena Sofia, instituição tradicional em Curitiba, com mais de 50 anos de história, que foi criada, mantida e dirigida por muitos anos pelas irmãs da congregação do Sacré-Couer de Jésus, e o Instituto Tecnológico e Educacional de Curitiba – ITECNE, que tem 10 anos de história, mas que em suas histórias pessoais, seus mantenedores somam suas caminhadas individuais de vida profissional dedicada ao trabalho com a educação.

Expandir a atuação desta tradicional instituição educacional de Curitiba foi o grande intuito dos mantenedores, desde o primeiro contato com as Irmãs do Colégio Madalena Sofia, tendo em vista a sua excelente infraestrutura e a sua localização estratégica, em uma região da capital que está em franco desenvolvimento.

A criação de uma Instituição de Educação Superior – Faculdade Madalena Sofia é respaldada na história do Colégio Madalena Sofia, que certamente não será considerada pela comunidade como uma instituição nova, mas representará a continuidade natural das décadas da história educacional do Colégio.

 

Missão

         A Faculdade Madalena Sofia tem como missão possibilitar conhecimentos que levem à autonomia da pessoa e à defesa da vida. Para que se possa atingir esta missão, é fundamental que não se perca de vista: o respeito aos princípios de liberdade; o apreço à tolerância e aos ideais de solidariedade humana; o preparo para o exercício da cidadania e a qualificação para o mundo do trabalho; o compromisso com uma educação empreendedora, emancipadora e sustentável; o compromisso com o estímulo à iniciação à pesquisa e extensão por meio dos projetos integradores de iniciação científica em seus cursos e áreas do conhecimento; e também o incentivo continuado de projetos em cursos de especialização.

 

Visão

         A Faculdade Madalena Sofia pretende consolidar-se como centro de excelência, reconhecida no Estado do Paraná e nacionalmente na produção, sistematização e difusão do conhecimento, na iniciação da pesquisa, na extensão e na qualidade dos serviços prestados à comunidade.

 

Valores   

    1. Comprometimento com a evolução humana de nossos estudantes;
    2. Transparência com a comunidade acadêmica no sentido qualitativo da formação do ser;
    3. Valorizar e respeitar todos e todas estudantes, professores, coordenadores, técnicos administrativos e comunidade externa na ordem honesta das relações humanas;
    4. Desenvolver o espírito investigativo por meio da pesquisa e da extensão;
    5. Manter a motivação para a educação evolutiva e continuada;
    6. Valorizar os alunos egressos no mais amplo sentido profissional para a melhor e mais adequada inserção no mundo do trabalho;
    7. Estabelecer-se na educação superior brasileira como referência educacional, visando o desenvolvimento local, regional e nacional.

 

Objetivos

Para o desenvolvimento de sua ação institucional a Faculdade Madalena Sofia, em conformidade com o disposto na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº 9.394/06 e os princípios da Mantenedora, busca alcançar os seguintes objetivos:

      1. Estimular a criação cultural e o desenvolvimento do espírito científico e do pensamento reflexivo;
      2. Incentivar o trabalho de pesquisa e investigação científica, visando o desenvolvimento da ciência e da tecnologia e da criação e difusão da cultura, e, desse modo, desenvolver o entendimento do homem e do meio em que vive;
      • Promover a divulgação de conhecimentos culturais, científicos e técnicos que constituem patrimônio da humanidade e comunicar o saber através do ensino, de publicações ou de outras formas de comunicação;
      1. Suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural e profissional e possibilitar a correspondente concretização, integrando os conhecimentos que vão sendo adquiridos numa estrutura intelectual sistematizadora do conhecimento de cada geração;
      2. Estimular o conhecimento dos problemas do mundo presente, em particular os nacionais e regionais, prestar serviços especializados à comunidade e estabelecer com esta uma relação de reciprocidade;
      3. Promover a extensão, aberta à participação da população, visando à difusão das conquistas e benefícios resultantes da criação cultural e da pesquisa científica e tecnológica geradas na instituição;
        • Promover o desenvolvimento do ensino e da educação superior, sob os princípios da ética, da liberdade, da pertinência social, da fraternidade e da solidariedade humana nas áreas de conhecimento dos cursos e programas que se propõe oferecer;
        • Respeitar e difundir os princípios universais dos direitos humanos, da preservação do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável;
      1. Atende às condições de Proteção dos direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista e por meio de seu projeto psicopedagógico;
      2. Assegurar no processo educacional do ensino superior o direito sobre inclusão social por meio de ações educativas apontadas nos projetos pedagógicos dos cursos, em suas disciplinas e suas matrizes curriculares;
      3. No desenvolvimento de seus objetivos institucionais e, em conformidade com os princípios da Mantenedora, a Faculdade atende em seus projetos e políticas institucionais nas modalidades a Distância e Presencial: À valorização da diversidade, da promoção dos direitos humanos e da igualdade étnico-racial; Da preservação, da gestão e da educação ambiental; Da memória e do patrimônio cultural e da produção artística; De programas e ações em defesa da vida; Da promoção e das condições de acessibilidade para as pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida; Das condições efetivas para a acessibilidade digital e comunicacional, seja na modalidade presencial e/ou a distância;
      • A Mantenedora da Faculdade Madalena Sofia em seus objetivos e, em conformidade com a missão, visão, valores e preceitos, prevê em longo prazo a transformação organizacional da faculdade Madalena Sofia para um Centro Universitário a partir do ano de 2029.

 

Metas

A Faculdade Madalena Sofia propõe-se atender de forma qualificada às necessidades educacionais, culturais e de desenvolvimento científico e tecnológico da sua região de abrangência. Seu compromisso, portanto, é o desenvolvimento de ensino, pesquisa e extensão com qualidade, firmada nos princípios da ética, da liberdade, da igualdade, da democracia, da pluralidade e da defesa do ser humano.

Para a concretização dessas políticas, a Faculdade Madalena Sofia tem como metas para o período:

    • Manter, Inovar e Promover melhorias, no quinquênio deste Plano de Desenvolvimento Institucional o Projeto Pedagógico Institucional – PPI, visando a potencialização e inovação continuada;  que expressa os princípios filosóficos e teórico-metodológicos que norteiam as práticas acadêmicas da IES, seus princípios éticos, políticos e epistemológicos educacionais, orientando a construção do conhecimento e o desenvolvimento da ação pedagógica específica dos seus cursos de graduação, de pós-graduação, extensão e de iniciação científica nas modalidades presencial e a distância;
    • Implantar cursos de pós-graduação lato sensu de acordo com o previsto neste PDI;
    • Implantar cursos de graduação de acordo com o previsto neste PDI;
    • Atualizar periodicamente os projetos pedagógicos de seus cursos, em consonância com a dinâmica do mundo do trabalho, concomitantemente com o Núcleo Docente Estruturante (NDE) e com as normativas ministeriais;
    • Manter e Atualizar as políticas de pesquisa e de extensão, contribuindo para o atendimento ao desenvolvimento científico e tecnológico e às demandas sociais;
    • Implantar Revista Acadêmica para publicação dos melhores projetos em forma de artigos advindos dos Projetos Interdisciplinares de Iniciação Científica (PIIC);
    • Expandir e aprimorar a qualificação do corpo docente e técnico-administrativo para o alcance da qualidade das atividades acadêmicas;
    • Manter consolidado o processo de auto avaliação institucional interna e externa, realizando estudos e diagnósticos das atividades-fim e das atividades meio, identificando em que medida elas se articulam e correspondem à missão definida pela instituição, em consonância com a política de avaliação estabelecida para o sistema federal de ensino, de acordo com o previsto neste PDI.